Soja brasileira safra 2020/21 está 90,8% comercializada, aponta DATAGRO

0

Vendas do milho de verão alcançam 90,7%

Levantamento realizado pela Consultoria DATAGRO mostra que a comercialização da safra 2020/21 da soja brasileira avançou pouco em setembro, mas já atingiu 90,8% da produção esperada até o dia 8 de outubro. Está abaixo dos 98,1% do recorde de avanço da safra 2019/20 e também da média de 91,3% dos últimos 5 anos.   

O incremento foi de 3,8% ante o relatório anterior, acima dos 3,0% do padrão normal de avanço para a data. “O movimento limitado confirmou nossa expectativa, apesar de elevação parcial dos preços. Refletiu o fato de a safra já estar fortemente vendida, por conta dos preços ainda abaixo das máximas do ano, e da ausência de maior necessidade de venda por parte dos produtores”, destaca o coordenador de Grãos da DATAGRO, Flávio Roberto de França Junior. 

Considerando a previsão atual de produção da safra 2021, mantida em 136,97 milhões de toneladas, os sojicultores brasileiros têm um total compromissado de 124,39 mi de t. Em igual período do ano passado, esse volume de produção negociado estava em 125,76 mi de t. 

Safra 2021/22

De acordo com a DATAGRO, 25,5% da produção estimada da oleaginosa safra 2021/22 está comprometida comercialmente. Esse fluxo está aquém dos 28,8% da média dos últimos 5 anos e bem abaixo dos 50,0% do recorde anterior ocorrido em igual momento de 2020.  

Segundo a projeção preliminar, que considera área maior em 4%, clima razoavelmente regular e produtividade dentro da normalidade, a safra brasileira do próximo ano tem potencial para atingir 144,07 mi de t. Sendo assim, teríamos 36,76 mi de t comercializadas antecipadamente, volume muito inferior aos 68,48 mi de t dessa mesma época em 2020.

Milho

As vendas do milho da safra de verão 2020/21 no Centro-Sul do Brasil chegaram a 90,7% da produção esperada, contra 86,3% no levantamento anterior e 95,3% em igual momento do ano passado, ligeiramente acima dos 89,3% da média de cinco anos.

Até o dia 8 de outubro, 81,6% da safra de inverno no Centro-Sul estava compromissada pelos produtores, ante 77,7% no mês passado, 83,0% em 2020 e 75,2% na média dos últimos 5 anos.

A previsão total de safra 2020/21 foi mantida em 85,92 mi de t, com perdas volumosas já confirmadas na safra de verão do Rio Grande do Sul e Santa Catarina e também na safra de inverno do Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiás, Mato Grosso, São Paulo e Minas Gerais diante da diminuição no volume de chuvas em abril e maio e das geadas de junho e julho.

Fonte: Datagro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui